Leucemia

A Leucemia é uma doença maligna dos glóbulos brancos, geralmente de origem desconhecida. Onde uma célula sanguínea que ainda não atingiu a maturidade, sofre uma mutação genética, a transformando em célula cancerosa.

Tem como principal característica , o acúmulo de células doentes na medula óssea, que substituem as células sanguíneas normais.

A médula óssea é o local de fabricação das células sanguíneas e ocupa a cavidade dos ossos. Nela são encontradas as células que dão origem aos leucócitos (glóbulos brancos), as hemácias (glóbulos vermelhos) e as plaquetas.


* Principais sintomas;


A diminuição dos glóbulos vermelhos ocasiona, anemia cujos sintomas incluem: fadiga, falta de ar, palpitação, dor de cabeça, entre outros.

A redução dos glóbulos brancos provoca baixa imunidade, deixando o organismo sujeito a infecções mais graves ou recorrentes.

A diminuição das plaquetas ocasiona sangramentos, sendo dos mais comuns das gengivas, pelo nariz e manchas roxas.

O paciente pode apresentar gânglios linfáticos inchados, mas sem dor, principalmente no pescoço, axila, febre suores noturnos, perda de peso sem motivo, desconforto abdominal, dores nos ossos e articulações.

Caso afete o sistema nervoso central, podem surgir dores de cabeça, náuseas, vômitos, visão dupla e desorientação.

O tratamento deve ser iniciado logo após o diagnóstico, pois a doença progride rapidamente. Sendo realizado de acordo com a classificação da doença.

Por isso ressaltamos novamente, a necessidade de consultas e exames preventivos, que promovem o diagnóstico precoce. Garantindo melhor qualidade de vida e maiores chances de cura.


Fonte : INCA - Instituto Nacional do Câncer

.