DENGUE - ORIENTAÇÕES

Atualizado: há 4 dias


Doença viral que anualmente acomete milhares de pessoas em nosso país.

Classificada em 2 formas clínicas, a dengue clássica e a febre hemorrágica da dengue, que é a forma mais grave da doença. Necessitando de atendimento médico imediato.

Causada pela picada do mosquito Aedes Aegypti infectado, podendo causar outras doenças como Zika e Chikungunya.

Com hábitos diurnos e bem adaptado a ambientes urbanos, geralmente pica no início da manhã e no final da tarde.

Podendo desencadear sintomas leves, graves ou não apresentar sintomas.

Os sintomas quando surgem, podem aparecer de 4 a 10 dias. Sendo:

· Febre alta (39 ° a 40° C), de início repentino. Podendo durar de 2 a 7 dias.

· Dor de cabeça

· Dor retro orbitral (atrás dos olhos)

· Abatimento Físico

· Dores no corpo e articulações

· Manchas vermelhas na pele, semelhantes ao sarampo

· Fraqueza

· Vômito e náuseas

· Perda de peso

Em casos de sintomas da dengue clássica, descritos acima, são recomendados repouso, hidratação e a utilização de medicamentos somente quando prescritos pelos médicos.

SINTOMAS DE ALERTA SUGESTIVOS DE FEBRE HEMORRÁGICA DA DENGUE

Os sintomas que indicam o agravamento da doença e necessitam de atendimento médico de urgência, são:

· letargia (estado de sonolência profunda) e irritabilidade.

· Hipotensão postural, tontura com escurecimento visual, sensação de franqueza, palidez, sudorese, podendo haver desmaios.

· Vômitos persistentes

· Sangramento no nariz, boca e garganta.

· Acúmulo de líquido na região que recobre o abdômen, coração e pulmão.

· Dor intensa e contínua no abdômen.

PREVENÇÃO

As ações preventivas que devem ser realizadas continuamente, para prevenção e combate a dengue e demais doenças causadas pelo mosquito Aedes Aegypti são as seguintes:

· destruição de criadouros e possíveis criadouros, que possam acumular água parada.

· limpeza de caixas d’água, calhas, ralos e tratamento das piscinas de forma adequada.

· Descarte do lixo e material reciclável de forma correta.

· Preenchimento com areia nos pratinhos embaixo dos vasos de plantas.

· Uso de telas mosquiteiras.

· Uso de roupas que cubram a maior parte do corpo

· Uso de repelentes de ambientes e corporais.

Obs: O uso de repelentes em crianças deve ser previamente orientado pelo médico pediatra.

TELEATENDIMENTO MÉDICO UNIVIDA

Disponibilizamos aos beneficiários UNIVIDA PLANO DE SAÚDE, o tele atendimento via WhatsApp. Agilizando assim o atendimento e também para que facilite o acompanhamento dos pacientes, tratamento e evolução da doença.

O Tele atendimento é realizado pela Dra. Gabriela Sorrino – Diretora Técnica Univida.

Através do WhatsApp: (19) 99293 - 5254


ASSOCIAÇÃO UNIVIDA PLANO DE SAÚDE

TRATANDO VOCÊ COM AMOR!